sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Verso esquecido





Verso esquecido


Ontem
eu era leitura diária
Um poema ousado
escrito nas nervuras
do seu corpo
Acariciante
Excitante...
Hoje
sou palavra tolhida
Um verso esquecido
soletrando saudade
num canto do silêncio

Van Albuquerque

Nenhum comentário: