sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Esperando-te




Esperando-te

As palavras do poema
inquietas debruçam-se
nas linhas desbotadas
Olham para o céu
contam as horas...
Sem pressa
passa o tempo
chove
não chove
faz sol
faz frio
escurece...
Amanhece e meu amor
paciente espera-te
na página amarrotada
dos meus dias

Van Albuquerque

Nenhum comentário: