domingo, 28 de março de 2010

Teu silêncio




Teu silêncio


Gosto de ouvir o eco
silencioso da tua boca
ofegando na minha pele
Gosto de sentir
teus lábios sôfregos
arrepiando meus poros
desnudando meus desejos
acordando o poema
adormecido dentro de mim

(Van Albuquerque)
19/02/10

Nenhum comentário: