domingo, 28 de março de 2010

Sexto sentido



Sexto sentido


Existe em mim um sentimento,
Algo escondido, adormecido
Que me faz vibrar
Perder a razão
Quando penso em Ti
nua na cama
languida
meus olhos por ti
passeiam
Fico imaginando
Nossos corpos
Nossas mãos
Nossos beijos
feito fogo em combustão
Troca de salivas
desejo é chama acesa
escorrendo lava no olhar
desabotoando palavras
Sussurros se repartem
gemidos inquietos ecoam
pelos cantos
o verbo arde
queima a pele
Acendendo minha alma
volúpia tece poesia
Acalentando nossos corpos
despidos de segredos
despudorados
envoltos em malícias
embebidos em êxtase


(S. Noah - Van Albuquerque)
11/02/2010

Nenhum comentário: