domingo, 28 de março de 2010

A arte de sonhar



A Arte de Sonhar


Sua Boca, Minha Boca
O beijo salivado
Molhado...melado...
Nossas línguas entrelaçadas
Suas mãos, Minhas mãos
desfolham-se
soletram carícias
incendeiam minh’alma
Movimentos sincronizados
Nossos Corpos
Se tocando
Se roçando
Nossos olhos rasos
inebriados calam a voz
Gemidos de prazer,
Sussurros ardentes
Desejos, vontades
permeiam nossas mentes
a pele exala o aroma
Perfume afrodisíaco
versejando
Instantes de prazer,
Inflamando um momento
Sublime, uma estória de amor


(S. Noah - Van Albuquerque)

11/02/2010

Nenhum comentário: