domingo, 28 de março de 2010

Amor derradeiro




Amor derradeiro


Seja você
meu amor primeiro
e o derradeiro também

Artesão das palavras
seja poeta de mim
e deixe que arda
em suas mãos
a nudez do verbo

Descubra-me amor teu
entre os sóis
e as sombras
dos versos estendidos
na sua janela

(Van Albuquerque)
06/03/10

Nenhum comentário: