domingo, 13 de dezembro de 2009

Amor calado


Amor calado


Num outro
canto do mundo
uma curva lilás
clareia o céu

Nas linhas opacas
paredes azuis espreitam
tantos desencontros

Olhares se encontram
no abraço intenso
tão perto de ti
tão longe de mim

Alvoroço tamanho
toma conta
atropela o espaço
atrasa o tempo

Teu coração
fugidio suspira
Meu olhar
indaga ansioso
De quem será
todo esse amor calado
escondido em seu peito?

(Van Albuquerque)
25/11/09

Nenhum comentário: