quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Sinto





Sinto


Sem tempo
deliro no tempo
me perco no sol
misturo-me a chuva

Sinto o teu calor
chegar com a brisa
teu cheiro agridoce
impregnado de amor
roçando minha pele

Teu beijo úmido
de desejos
afagando minha boca

Sinto-me nua
me sinto tua
e você tão meu

(Van Albuquerque)
04/11/09

Nenhum comentário: