terça-feira, 10 de novembro de 2009

Refugio


Refugio


A poesia implícita
em mim calou-se
Silenciosa inundou
tua boca e refugiou-se
no último beijo
Gostou de morar
dentro de ti

(Van Albuquerque)
09/11/09

Nenhum comentário: