sábado, 31 de outubro de 2009

Vagando ao vento...


Vagando ao vento...


Se a saudade fosse um lembrete
vagando ao vento...Adicionar imagem
As minhas palavras seriam somente desejo.

Tocando teus pensamentos...
me levando ao cerne do teu ser...
despertando anelo, definindo me ver.

Saudade em meu olhar
é absinto árduo
entre os silêncios
áridos do meu coração
desalentado acorda
escorre feito bruma
ansioso grita
nos versos do poema

Sentimento transparente
inquieto se avoluma
não conta as horas
transpassa o tempo
anseia sentir teu cheiro
teu sabor macio
antes do dia nascer outra vez...

(Brain – Nill – Van Albuquerque)
26/10/09

Nenhum comentário: