domingo, 6 de setembro de 2009

Alento


Alento


Em cada curva
sinuosa do destino
o amor urge

Surge alentado
acalenta o orvalho
intimida o sol da manhã

Brota vigoroso
germina suntuoso
num coração solitário

Nasce da tenra semente
um caule sublime
esverdeado de paixão

S.S.(Van Albuquerque)

Nenhum comentário: