quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Urgência





Urgência


Silêncio desperta
na vaga do tempo

Desejo nasce
numa fenda
aberta na lua

Venha sem medo
urge o tempo
meu amor por ti
não espera
uma brecha
aberta no tempo

Sem tempo acontece

(Van Albuquerque)
11/08/09

Nenhum comentário: