quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Solidão


Solidão



Hoje não sou poesia
sou um espaço vazio
numa folha sem cor

Hoje sou o barulho
ruidoso da solidão
arranhando as paredes
do meu coração

(Van Albuquerque)
19/08/09

Nenhum comentário: