quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Poema de amor


Poema de amor


Teu cheiro de amor
chega em gotas
roça meus sentidos
me acorda
sussurrando desejos

No jogo da sedução
tu és atrevido
tuas carícias me despem
vestem a textura macia
da minha pele nua

Teu corpo viril
descobre caminhos
adorna o meu

Sinto teu sabor
se adensando
na madrugada
tu escreves em mim
um poema de amor

(Van Albuquerque)
19/08/09

Nenhum comentário: