segunda-feira, 20 de julho de 2009

Saudades de ti


Saudades de ti


Madrugada escura
ruas emudecidas
meus coração solitário
triste escora-se
em nossas lembranças

Grita seu nome
absinto cristalino
escorre dos meus olhos
molha meus lábios
acinzenta o céu
róseo da minha boca

Pela madrugada fria
meu coração caminha
vaga sem rumo
pelas esquinas surdas
meu olhar mudo te busca
melancólico desfalece
com saudades de ti

(Van albuquerque)
15/07/09

Nenhum comentário: