terça-feira, 28 de julho de 2009

Indisfarçável atração


Indisfarçável atração


Quem é você que me aflora?
Meus desejos, mais secretos
me devora...
Sinto-os saírem pra fora
quando me olhas...

O que faço eu agora?
Fugir de sua presença
ir embora?
Me inquietas tanto
Senhora...
-Nill-
27-07-09


Se aquiete poeta!
Não se vá ainda...
Leia-me!...

Sou todas as cores
quentes e frias
densas se misturando
nos seus dias e noites

Alquimia de nuances
cálida de desejos
embebida em sabores
feito um vulcão
entrando em erupção
dentro do seu coração

Sou os versos
que sua alma insone
escreve no poema

-Van Albuquerque-
28/07/09



Nenhum comentário: