quarta-feira, 1 de julho de 2009

Embriaguez


Embriaguez


A quietude da madrugada
desperta vontades
nossos olhares ofegantes
cúmplices se encontram

Tuas mãos insones
percorrem caminhos
exploram minha densidade
decifram minhas vontades
aqui e acolá faz brotar
lascivos desejos

Sinto sua boca flamejante
florescendo carícias
aliciando minha pele

Saboreio em mim
seus beijos orvalhados
desnudando minha libido
feito brasa ateando fogo
em meu corpo nu
embriagado de prazer

(Van Albuquerque)
30/06/09

Nenhum comentário: