sábado, 6 de junho de 2009

Seu gosto...


Seu gosto...


Quando amanhecer
quero acordar sentindo
seu sabor intenso
calando minha voz...

Gosto suave do seu amor
seduzindo meus desejos...

Seu beijo preguiçoso
feito a polpa doce
de uma fruta madura
afagando minha boca
escorrendo morno
em meus lábios

(Van Albuquerque)
03/06/09

Nenhum comentário: