quarta-feira, 3 de junho de 2009

Pulsar...


Pulsar...

Enquanto desperto
exibe-me fêmea
lânguida e nua

Sedução transborda...
Desejos surgem
no pulsar acelerado
dos corpos
da pele se tocando...

No jogo da sedução
te conquisto...

Deixo em tuas entranhas
as minhas pegadas
de amor...

(Van Albuquerque – Heredion)
02/06/09

Um comentário:

REGGINA MOON disse...

Van,

Meus eternos parabéns por seus poemas divinos, que fazem "Pulsar" nossas emoções...a admiro muito!

Grande abraço e uma boa noite,

Reggina Moon