domingo, 28 de junho de 2009

Monólogo


Monólogo


Meu corpo nasce
quando o teu
se entrelaça ao meu

Com volúpia teu corpo
fala em minha pele
num monólogo de carícias
sem dizer uma palavra

(Van Albuquerque)
28/06/09

Nenhum comentário: