terça-feira, 23 de junho de 2009

Em silêncio


Em silêncio


Em certas fases da lua
fragmentos de uma paixão
me incomodam...
Me fazem lembrar momentos
reviver sonhos guardados...

Devanear no labirinto
tênue de saudades
que ainda machucam
meu coração

Sinto em mim
o cheiro da tua pele
sabor dos teus beijo
na minha boca
carícias de suas mãos
em meu corpo...

Lembranças se misturam
aos murmúrios roucos
dos meus suspiros
de prazer...


Por toda a minha existência
levarei comigo
as palavras não ditas
os carinhos não trocados
com você sem você
tatuados nos desejos
em mim!...

(Heredion – Van Albuquerque)
05/06/09

Nenhum comentário: