terça-feira, 23 de junho de 2009

Devaneio


Devaneio

Tu és como o vento
que passa ligeiro
afaga minha boca

Tu és o devaneio
que acaricia meu corpo
nas minhas tantas
noites insones

(Van Albuquerque)
20/06/09

Nenhum comentário: