sábado, 6 de junho de 2009

Cores...


Cores...


Em meu olhar
nasce um sol
encabulado e sem cor
frio de saudades...

Em minha boca
sinto um sabor
absinto aromatizado
com as cores ardentes
de sua ausência...

Em minha pele
queimando meus poros
um tom vermelho ...

Rubro alimentando
de vontades
meus desejos contidos!...

(Van Albuquerque)
05/06/09

2 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

Bonito como o sol de primavera...
Gostei mesmo1

linda disse...

Tudo o que você escreve é de muito bom gosto... um inpiração maravilhosa.