domingo, 10 de maio de 2009

Você...




Você...


Do nada surgiu...
Com vermelho vivo,
suavemente pintei
as paredes dos desejos...


Feras se soltaram,
tentei fugir!
Rendi-me ao apelo
sutil do amor...


Reacendi a chama
da paixão ora adormecida...

(Heredion -Van Albuquerque)
06/05/09

Nenhum comentário: