domingo, 26 de abril de 2009

Inebriada...



Inebriada...


Sinto o perfume 
de seu corpo másculo
inebriando meus sentidos

Meus lábios embriagados
escorregam insaciáveis
por sua pele nua

Silenciosos degustam 
seu sabor...
Ávidos sugam
bebem de ti o néctar 
doce do prazer...

Saciados aconchegam-se 
úmidos em sua boca
quente e macia...

(Van Albuquerque)
21/04/09

Nenhum comentário: