quarta-feira, 29 de abril de 2009

Azul...


Azul...


Minha vida abraçou
um sonho azul...

Num céu infinito
de cetim devaneou

Carinho silencioso
perdeu o sabor
deixou em minha boca
um gosto sutil
de saudade e dor...

Tristeza em meu olhar
desbota o azul infindo
cor suave do meu amor...
(Van Albuquerque)
28/04/09

Nenhum comentário: