quarta-feira, 11 de março de 2009

Saudade devaneia


Saudade devaneia


Minha saudade por ti
entrou no cio...
Chega ligeira 
arrebata minha alma...

Desmedida, brinca 
com minha razão
embriaga de desejos 
meus sentidos...

Meu coração assustado 
na madrugada devaneia...
Brisa cálida, entoa 
uma canção, só nossa...

Suave canção
diz ao meu coração 
para onde minha alma 
deve voltar!...

(Van Albuquerque)
07/02/09

Nenhum comentário: