domingo, 8 de fevereiro de 2009

Incauto coração



Incauto coração


Coração, tirou os pés do chão
incauto, entregou-se ao amor
feito um pássaro feliz
pelo infinito do céu, sonhou....

Foi marinheiro destemido
devaneando, no mar sincero
do seu olhar...

Hoje, coração sofre inquieto
tem a alma entristecida
engasgada, de dor..

Sente, o luar fulgurante
rasgando o olhar...
Brumas acinzentadas
cegando os sentimentos...

Um vento frio, sopra de longe
traz teu cheiro, na brisa
besuntada de saudades...

(Van Albuquerque)
06/02/09

Nenhum comentário: