domingo, 8 de fevereiro de 2009

Amor solitário


Amor solitário


Um amor ansioso
gritava em meu peito
solitário, sofria...
Meu coração magoado
calou-se...
Sufocou teu nome
nas paredes surdas
da minha alma...
Triste e silencioso
feneceu...
Você jamais ouvirá
uma única palavra
sobre esse amor
que te amava...
Latejava quente
dentro de mim!...

(Van Albuquerque)
03/02/09

Nenhum comentário: