terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Teu perfume


Teu perfume


Fragrância inebriante
aroma implícito
sem fim...
Fascínio ardente
selvagem e quente
arrepia minha pele...
Teu perfume
impregnado em mim!...

(Van Albuquerque)
12/11/08

Nenhum comentário: