terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Embriagada de amor


Embriagada de amor


Um vício gostoso
tomou conta
de minha solidão...


Feito vinho
embriaga minha alma
causa um doce torpor


Estou por ti
embriagada de amor
saboreando prazeres ...


No cálice
de sua boca macia
bebo ávida seus beijos


Recebo de ti
o néctar do prazer
satisfaço meus desejos...

(Van Albuquerque)
01/11/08

Nenhum comentário: