segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Contemplação


Contemplação


Do caule tenro e verde
Desponta exuberante
Botão branco de rosa
Desconcertante beleza
Toca o meu olhar cativo
Gotas de orvalho cristalinas
Aconchegam-se preguiçosas
Pairam nas pétalas delicadas
Umedecem sentimentos
Regam aridez do coração
Lavam a saudade
Perfume suave que alicia
Alivia a dor da tristeza
Como se recitassem poesia
Abastecendo meu corpo
Mente e alma com suaves
Doses mornas intermitentes
Uma sensação aveludada
Da paz já tão esquecida
Momento de encantamento
Provocado pelo vislumbre
Do meu olhar apaixonado

(Van Albuquerque - Ricardo G Denunes)
03/12/08

Nenhum comentário: