sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Amei demais!...


Amei demais!...


Meu coração, entregou-se...
Amou demais
desiludido, calou-se

Já não derrama palavras
nem sopra rimas 
ao sabor do vento

No papel, minhas letras
perderam o colorido quente
da paixão...

Meu amor hoje
tem cores pastéis...
Escreve na minha alma
uma poesia sem cor...

(Van Albuquerque)
15/12/08

Nenhum comentário: