sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Amar-te


Amar-te


Amar-te, é ver a saudade
chegar de repente...
Ouvir sua voz, na brisa
que acaricia as ondas do mar

Amar-te, é sentir sua ausência
drenando minha alma...
Semeando, lágrimas mornas
em meus olhos

Pincelando minha face
retocando, feito brasa o gosto
do seu último beijo
em minha boca...

(Van Albuquerque)
14/12/08

Nenhum comentário: