quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Versos perfumados


Versos perfumados


Meus versos perfumados
desfolham suavemente
entre meus dedos


Gotejando palavras
cristalinas tingindo cores
tons pastéis multicor


Aroma poesia a flor da pele
derrama a essência
do nosso amor


Meu coração um canteiro
verseja ao vento
qual primavera em flor


Recita a ti
um poema florido
com cheiro de carinho


Em cada pétala
um beijo molhado
suave e doce de amor

(Van albuquerque)
22/09/08

Nenhum comentário: