quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Um poema para ti


Um poema para ti


Quando o sol se apaga
e a noite melodiosa
chega devagar
sua ausência
consome minha alma

Na penumbra
me desnudo
visto-me de palavras
para escrever-te
um poema de amor

Amor escrito a distancia
com suave carinho
feito água
que molha e acaricia
a pele sem dor

O poema sou eu
as palavras escritas
é meu amor por ti
tecendo sonhos
ao sabor da saudade

(Van Albuquerque)
29/09/08

Nenhum comentário: