quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Meu olhar esmaecido



Meu olhar esmaecido


Meu olhar esmaecido
perde-se em meu coração
embaçado pelas lágrimas
revive as lembranças
saudoso, empalidece dentro
de minha alma entristecida...
Minha voz soluçando
sussurra ao vento um poema
enamorado de saudades...
Sinta em ti meus versos
delicados como a brisa
acariciam seu rosto, seus cabelos...
Levam a ti meu cheiro
perfume suave de minha pele
um beijo meu, afagando sua boca
sedoso, feito as pétalas das flores
numa manhã primaveril.

(Van Albuquerque)
07/08/08

Nenhum comentário: