quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Homem sensível


Homem sensível


Homem gentil, amigo
romântico e sensível
nos gestos e palavras
aflora, o romantismo de outrora...


Em sua voz rouca
nasce, uma poesia sutil
melodia que encanta, minha alma
acalenta, meu coração


Olhar que me seduz
sorriso fascinante, inebria
mãos quentes, carícias suaves
beijo delicado, arrepia minha pele...


Em seus braços
entrego-me, sem medos
aconchegada a seus carinhos
dispo-me, de minhas incertezas


Homem maduro, surpreendente
um jeito atrevido, de menino
amante ideal, afaga a mulher
faz de mim, sua menina


Cúmplice de meus desejos
homem sensível, envolvente
eterno romântico
ainda manda flores...

(Van Albuquerque)
18/09/08

Nenhum comentário: