quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Alma de menina


Alma de menina


Minha alma de menina
esperando o amor chegar
despia seus desejos
brincando, fazia festa
aconchegada em mim
Na brisa fresca
que acariciava a tarde
sentiu o seu cheiro...
O olhar gracioso
carente de mimos
encontrou o brilho sincero
dos olhos teus
em silêncio, dialogaram
um sorriso maroto
em minha alma de menina
se acendeu...
Minha alma deixou
de ser menina
nasceu a mulher atrevida
aprendeu a amar
encantada, devaneia
vive contigo, sonhos de amor
sorri feliz, dentro de mim

(Van Albuquerque)
17/08/08




Nenhum comentário: